terça-feira, 8 de julho de 2014

(Vídeo/Música) - "O Brasil Perdeu por Causa da Direita" - Por isso afirmo que esquerdista e esquerdopata.



É uma doença mesmo: site de extrema-esquerda diz que “nós” conseguimos fazer o Brasil perder de 7×1 para a Alemanha

temculpaeu
Segundo o site do PCO (Partido da Causa Operária), a seleção brasileira pode dormir tranquila depois dos vergonhosos 7 gols tomados da Alemanha. O texto “Eles conseguiram… e agora?” diz que toda a culpa da derrota é da direita e seus aliados.
Vamos começar a revirar esse entulho para poder dormir com um sorriso no rosto depois de tamanho desastre em campo:
A derrota esmagadora da seleção brasileira aconteceu muito tempo antes deste fatídico 8 de julho no Mineirão.
Ou seja, tudo previamente combinado e arquitetado, como manda uma boa teoria da conspiração.
Foi preparado pela direita nacional organizada pelo imperialismo, pelos monopólios capitalistas do esporte, pela imprensa “nacional”(vendida para o capital estrangeiro) e, inclusive pela esquerda pequeno-burguesa que trabalha a serviço da direita como o Psol, o PSTU e outros grupos menores do mesmo quilate.
O imperialismo que os socialistas costumam mencionar é tão “competente “que não conseguiu nem fazer os Estados Unidos ganharem a Copa, já que, na ótica dos socialistas, tudo deve servir aos interesses… imperialistas. No script deles, estes são representados pelos Estados Unidos.
E o tal “monopólio” capitalista é de onde? Da Alemanha? E por que não da Itália ou da Inglaterra?
E agora temos uma esquerda pequeno-burguesa, que atende por nomes como PSOL e PSTU. Detalhe: partidos que sempre apoiam o PT.
Estou sem palavras.
Vamos ver o resto, para entender como a junção de PSOL+PSTU, com monopólio capitalista do esporte (que “deixou” o Brasil ser pentacampeão no passado) e direita nacional organizada pelo imperialismo conseguiriam mudar o resultado deste jogo.
Acuaram os brasileiros para não torcer pelo Brasil, buscaram de todos os meios desestabilizar o time brasileiro.
Quais são os casos de brasileiros “acuados” para não torcerem pelo Brasil? Será que foram feitas ameaças de morte para os torcedores? Mas parece que os torcedores que foram às ruas e aos estádios estavam torcendo muito (e chorando, depois do vareio alemão). Será que estes torcedores não estiveram entre aqueles coagidos?
E como será que a “direita cruel” (financiada pela CIA, talvez) conseguiu desestabilizar o time brasileiro? Será que nós falamos para eles que “não ia ter copa” e eles ficaram em pânico?
Vamos seguir:
A seleção foi derrotada pela política, mais precisamente pela pressão política.
Certo. Foi o PT que recorreu ao estratagema da “pátria de chuteiras”, mas, segundo o PCO, a “pressão política” sobre a seleção veio da direita…
Os jogadores brasileiros, todos muito jovens, provavelmente a seleção mais jovem que o Brasil já teve fez o que pode, não pode ser culpada de nada.
Esta seleção é a mesma que foi definida como a “pátria de chuteiras” pelos petralhas. Então, naturalmente, não pode ser culpada de nada. A culpa tem que vir de outro lugar, certo?
Foi perseguida pela imprensa, caçada em campo, teve que lutar contra os juízes e todas as tramoias obscuras e não conseguiu.
O Brasil conseguiu se classificar em primeiro de seu grupo, e tinha vencido os dois jogos eliminatórios até o momento. Mas, para o PCO, havia tramóias por todos os lados contra o Brasil. Parece que esse pessoal contratado para “fazer tramóias” não é dos mais competentes…
E ainda tem mais: eles dizem que os juízes estavam contra o Brasil, mesmo que no primeiro jogo contra a Croácia um deles tenha dado um pênalti a nosso favor, que nos ajudou a ficar em primeiro lugar do grupo.
Em relação à seleção ser “perseguida pela imprensa”, eles parecem achar que deve ser a primeira vez que a seleção brasileira é vista com desconfiança pelos nossos repórteres esportivos.
É um fato: esses socialistas realmente não assistem a futebol, pois senão saberiam que em todas as copas existe um mau humor absoluto com os técnicos de nossas seleções, pois sempre exigimos o máximo em termos de desempenho.
Quem não se lembra da Copa de 1994, quando Parreira e Zagalo nos ajudaram a levar o tetra debaixo de uma chuva torrencial de críticas da imprensa esportiva?
O PCO com certeza não se lembra.
Tiraram da Copa o seu melhor jogador com o apoio cínico da imprensa.
Eu fico tentando entender como a imprensa pôde ter participação na saída de Neymar do campo. Talvez deve ser mais uma conspiração, com gente como Galvão indo ter uma conversinha com o Zuñiga, por exemplo.
Desarticularam o time e a seleção verde-amarela lutou como pode até o gol de honra contra a Alemanha no final do jogo.
Na verdade, a seleção brasileira “travou” e não conseguiu nem lutar neste jogo contra a Alemanha. Mas, como diz o PCO, toda essa desarticulação veio da direita. Só se for da lateral direita…
São o retrato do povo brasileiro e da classe trabalhadora da qual vieram: são grandes jogadores, lutaram muito contra tudo e contra todos e foram esmagados e humilhados.
Isso deve ocorrer por que na seleção da Alemanha só joga quem vem da elite. Ali deve ser um time de quem nasceu em berço de ouro…
O povo brasileiro que torceu pela seleção brasileira com todo o coração está sofrendo desta mesma humilhação.
O povo com certeza está sofrendo. Mas será que o PCO está? Não sei não, pois para escrever um texto cômico como esse…
Vamos falar sério, gente: vocês do PCO resolveram apelar a um senso de humor mórbido hoje, certo?
Há os chacais, como a direita, que quer agora tirar proveito desta humilhação e desmoralização. Há os pequeno-burgueses de esquerda e de direita que vão festejar a tristeza do povo e a sua humilhação. É o seu ofício, por isso, merecem o justo desprezo do povo. O ódio é reservado à burguesia.
Olhem que beleza a teoria: por que existem alguns festejando a derrota do Brasil DEPOIS do jogo ter ocorrido, essas pessoas CAUSARAM a derrota. Esse é o truque da inversão do tempo. Coisa digna da série Exterminador do Futuro.
Mas por causa da derrota do Brasil em um jogo de futebol (que era apontado pelos socialistas como o ópio do povo na época da ditadura militar, mas para eles agora deve ter virado uma droga liberada pro consumo) a burguesia que “torceu contra” merece “desprezo e ódio”.
Quando eu falei que essa turma não vive sem discurso de ódio, eu não estava exagerando.
As apostas foram feitas. O jogo bruto de sempre, dentro e fora do campo, atropelou o Brasil, seu futebol e seu povo.
Espera aí, espera aí, muita calma nessa hora. Foi “aposta” da direita ou foi “conspiração armada”? Decidam-se: não dá para ser as duas coisas ao mesmo tempo.
Os que esperam ganhar tem que aguardar a reação real do povo a toda a operação política que conduziu o Brasil e seu futebol a um desastre ainda maior do que o de 1950 no Maracanã.
O duro vai ser o tal “povo” ouvir toda essa teoria do PCO sem cair no chão gargalhando de rir. (Aliás, que hora para o PCO ficar com humor involuntário, no momento em que a população sofre pela derrota da seleção)
Abaixo, uma musiquinha que resume bem esse tipo de comportamento que acabamos de ver:

http://lucianoayan.com/2014/07/09/e-uma-doenca-mesmo-site-de-extrema-esquerda-diz-que-nos-conseguimos-fazer-o-brasil-perder-de-7x1-para-a-alemanha/

Nenhum comentário:

Postar um comentário